Vineyardbrasil
17.07.2015 Ler todos artigos

Liderando uma banda

Por Terry Butler

A. O líder é quem faz o arranjo
1. Explique o que você espera daquela música, para sua equipe.
a. detalhe aquilo que você está ouvindo, o que cada músico/cantor está fazendo na canção
b. tente coisas diferentes com a música, e lembre seu pessoal que neste estágio, nada é definitivo ainda. Quanto mais experientes forem seus músicos/cantores, mais eles lhe ajudarão neste processo!
c. Tenha certeza de que todos conhecem a semântica de uma banda, para que todos possam acompanhar o processo. (ex. “toque sem sobrecarregar” significa simplificar sua parte na música)
d. Ritmo/tempo – o metrônomo é seu amigo!
  

2. Explore ao máximo o potencial dos instrumentos e vozes que estão à sua disposição.
a. Arranje a música com sons e padrões sonoros etc. Diga aos seus músicos onde você espera que sejam tocadas notas únicas, ao invés de acordes completos. Isto permitirá que música respire.
b. Saiba quais combinações vocais funcionam. Saiba quem são os tenores, altos e sopranos, e quem canta melhor com quem.

  
Desenvolva seu ouvido para prevenir as “colisões” (vocais que trombam entre si, ou com os instrumentos)
  

3. Seja modelo e ensine a arte da auto-edição
a. Menos é mais! Procure encontrar maneiras de demonstrar como é que uma banda equilibrada toca, e como cada instrumento está participando deste processo. Tocar demais e a falta de dinamismo impedem a adoração congregacional.
b. Quando tiver dúvidas, procure ajuda
 

4. Relembre sua banda constantemente de que o propósito e alvo do que vocês fazem é facilitar a adoração da igreja. Lembre-os que, o que eles tocam, e a forma que eles tocam, afeta dramaticamente a adoração congregacional.
  

5. O metrônomo é seu amigo. Tocar no “tempo” permite que tanto a banda quanto a igreja, se expresse com mais confiança na adoração!
  

B. O papel do líder durante o momento do louvor.
1. Ensine e seja modelo, do que é estar sensível ao Espírito Santo.
a. Eles sabem o que fazer em momentos de adoração espontânea?
b. Eles sabem o que fazer se o líder começa cantar uma música que não estava na lista?
c. A equipe precisa ter tanto o coração quanto os olhos abertos, especialmente durante os momentos que o Espírito de Deus está se movendo de forma mais evidente.
  

2. Ensine a banda a conhecer suas tendências.
a. Linguagem corporal e sinais com as mãos
b. Eles devem estar sensíveis e atentos a você durante todo o louvor, para receberem as suas orientações.
  

C. Lembre aos músicos qual é o papel deles na adoração
a. Eles são ferramentas poderosas nas mãos de Deus para atrair outros à adoração.
b. Se eles se entregarem, juntamente com seus talentos ao Pai, Ele vai receber a glória, e eles sentirão a alegria do Pai em tê-los como servos.
c. Somos evangelistas – proclamação (Salmo 2:7, 9:11)
Estamos combatendo os poderes das trevas, quando levantamos o nome do Senhor, nossa Luz na escuridão (João 1);
Ajudamos as pessoas chegarem até a presença de Deus
Atraímos outros à celebração, contemplação, meditação e
arrependimento.
  

Eu constantemente estou encorajando e lembrando a equipe de louvor que eles são uma parte importante na igreja. Se cada um estiver crescendo musicalmente e espiritualmente, aquela parte do corpo de Cristo é beneficiada, e Deus recebe mais glórias! Este é o coração da adoração congregacional.
 


voltar

2010 Vineyard Recursos. Todos os Direitos Reservados.
Revelare, Agência de Comunicação e Internet